Atrativos do bairro e notícias da Grande Florianópolis. Contato: clickobrasol@gmail.com

Arquivos

Pesquisar

Outras postagens

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. CLIC KOBRASOL 2019. Tecnologia do Blogger.

Mapa do Kobrasol

Quer divulgar no Clic Kobrasol? Envie um e-mail para clickobrasol@gmail.com que entramos em contato!
Atrativos do bairro e notícias da Grande Florianópolis

Contato: clickobrasol@gmail.com

Casa da Cultura no Centro Histórico de São José será restaurada

Compartilhar:


A prefeita Adeliana Dal Pont assinou nesta semana a ordem de serviço para restaurar a Casa da Cultura Nésia Melo da Silveira, localiza no Centro Histórico de São José. 

Serão investidos R$ 457.774,93 mil para recuperar a edificação que é tombada como patrimônio cultural do Município. A medida dá continuidade ao processo de recuperação dos bens públicos culturais e históricos de São José, a exemplo da última etapa de restauração do Teatro Adolpho Melo, a reforma do telhado do Museu Histórico e do Centro Multiuso.

A Casa da Cultura receberá novo telhado, instalação elétrica, pintura, restauração de janelas e portas, um jardim de inverno que será construído entre sua edificação e o Theatro Adolpho Melo, entre outras benfeitorias que deixarão a Casa da Cultura totalmente revitalizada e pronta para receber o público.

História

No século XIX, o local abrigava a antiga Casa de Câmara e Cadeia. A primeira grande reforma do prédio ocorreu em 1910, quando passou por intervenções, como a construção de escada lateral externa, a instalação de água encanada e as primeiras lamparinas a gás do projeto de iluminação pública. Em 1949, a cadeia que ocupou o andar térreo por quase um século foi desativada, sendo as salas adaptadas para uso de cartórios.

Em 2001, foi constituída a Casa da Cultura Municipal para oferecer à população oficinas de arte e servir de base para projetos nesta área, transformando a instituição em um local de preservação das tradições folclóricas e da valorização das manifestações artísticas da cidade.

A Casa da Cultura recebeu o nome da senhora Nésia Melo da Silveira, oleira de São José. Falecida em 1994, dona Nésia trabalhou 48 anos na fabricação dos tradicionais bonecos e cerâmicas. Trabalhando desde seis anos de idade com seus pais na olaria que a família mantinha na Ponta de Baixo, foi a introdutora do boi-de-mamão, pau de fita, orquestra de sapos e presépios de Natal em argila na região.

Atualmente, a Casa da Cultura mantém exposições permanentes da Iconografia de São José, do Boi de Mamão e seus personagens. O espaço está distribuído em sete salas que receberam nomes de pessoas ligadas à cultura de São José. Em mais de 150 anos, o sobrado preserva as linhas arquitetônicas originais, sóbrias e simétricas. Destacam-se no segundo piso as  quatro portas, com sacadas de púlpito, guarnecidas por gradis decorados. No pavimento térreo, janelas de guilhotina, com caixilhos típicos. Numa delas, na lateral do sobrado, ainda é visível o enquadramento original em cantaria. As pilastras salientes, com socos robustos nas esquinas, os degraus de convite, à frente da porta central, e a grossa cimalha, em toda a volta do edifício, são características expressivas da arquitetura luso-brasileira.

Informações e foto: PMSJ

Compartilhar:

Geral

Variedades

Post A Comment: